Início » Uveíte: Sintomas e Tratamentos Naturais – Especialista Tatiana

Uveíte: Sintomas e Tratamentos Naturais – Especialista Tatiana

Por |2018-09-25T12:25:33+00:002 de fevereiro de 2018|5 Comentários
Avalie este post

A Uveíte é uma das campeãs de dúvidas dos meus seguidores! Eu recebo muitas perguntas de alunos e não alunos, seja pelos e-mails enviados para a minha equipe ou mesmo via mensagens pelas redes sociais, de dúvidas sobre esse problema específico de visão e quais são os exercícios mais recomendados para tratá-lo. É um dos problemas de visão que mais gera perguntas e dúvidas por parte das pessoas!

A Uveíte é uma doença inflamatória que pode comprometer o trato uveal, que é composto por: íris, corpo ciliar e coroide (formado basicamente por vasos sanguíneos).
Em alguns casos, a inflamação atinge também o nervo óptico e a retina.

A uveíte é classificada em anterior, intermediária e posterior, conforme o segmento ocular em que o distúrbio se manifesta, e pode ocorrer num olho ou nos dois olhos.
Catarata, Glaucoma, Descolamento de retina, Membrana Epirretiniana e Atrofia Óptica são algumas das complicações causadas pela Uveíte.

Causas da Uveíte

Não se conhece a causa de grande parte das Uveítes. No entanto, quando é possível determiná-la, as mais importantes são causas traumáticas, infecciosas, tumorais e autoimunes. Também pode ser causada por doenças sistêmicas como toxoplasmose, inclusive a toxoplasmose congênita, herpes simples, citomegalovírus, tuberculose e sífilis.

Principais sintomas

* Hiperemia (olho vermelho);
* Fotofobia (sensibilidade à luz);
* Dor;
* Visão turva, embaçada;
* Pequenos pontos escuros que se movimentam.

Leia sobre:  Saúde dos Olhos: Histórias de Superação de Problemas Visuais

As uveítes podem aparecer em qualquer idade, desde o nascimento até a velhice. São mais frequentes no adulto jovem que, em geral, apresenta exame positivo para a toxoplasmose. Eu gravei um vídeo com Meir Schneider, criador do método Self-Healing de melhora natural da visão em que ele fala sobre como cuidar da Uveíte.

No caso de Uveíte, a indicação é fazer exercícios para diminuir a inflamação da área afetada. Também é muito recomendado às pessoas com Uveíte alternar quatro vezes ao dia compressas com toalhas quentes e frias, com um tempo maior para a fria. Para a quente, meio minuto e para a fria, um minuto e meio. O principal também é massagear em torno dos olhos, o pescoço e as costas para aumentar a circulação de sangue na região dos olhos.

Massagem no pescoço também é ótima para Uveíte

Você pode perguntar: mas, o que o pescoço tem a ver com a minha visão? Eu respondo: tudo. Ele é o elo de ligação entre o seu corpo e a sua cabeça e mais: se você tem essa região dura e estressada como o sangue vai chegar até os seus olhos? Por isso, é tão importante “tirar o estresse” e soltar o pescoço.

E nada melhor que a automassagem para deixar o pescoço soltinho! Então, use suas mãos para literalmente “amassar” a região. O mais bacana é que você pode apertar o seu pescoço em qualquer lugar: no carro, quando está no computador, na fila do banco, na sala de espera do médico e por aí vai!

IMPORTANTE

Os exercícios visuais NÃO substituem o tratamento médico oftalmológico convencional. Consulte regularmente o seu oftalmologista, pois o método de exercícios naturais para os olhos é complementar à sua saúde visual. Não desautoriza nem desestimula, de forma alguma, a continuidade do tratamento médico oftalmológico.
Em caso de dúvida ou desconforto em seus olhos, procure o médico oftalmologista. Só ele é autorizado a fazer diagnósticos e a receitar ou suspender qualquer tipo de medicação.Não se automedique nem suspenda qualquer tipo de medicamento ou de tratamento sem a autorização do seu médico oftalmologista.

Quer saber mais e receber dicas como essa com exclusividade? Faça parte da lista VIP colocando seu email abaixo.

5 Comentários

  1. Wallace 03/06/2018 at 18:35

    Estou tratando de Uveite, vou passar o like para a médica que estar me tratando.

  2. Luciana 19/04/2018 at 21:01

    Boa noite Dra,meu problema é toxssoplasmose,no olho direito,tenho muito pouco de visao neste olho,uns 5% +ou-.
    Tem como me ajudar….
    Posso ter esperanças….

  3. Zuleika Itoh 06/04/2018 at 23:29

    Olá DraTatiana
    Na verdade não sei o que tenho,uso óculos para ler e recentemente tenho usado para outras coisas tb.odireito as vezes fisgadas,vermelho.Descupa o relatório rs.
    Moro no Japão,a avaliação aqui é somente colírio e novo óculos,eu acredito em alternativas,e por isso acredito no seu trabalho.Caso possa me enviar umas dicas fico agradecida.

  4. SUELY RAMOS CRUZ 05/02/2018 at 14:41

    Boa tarde, Dra.
    Quando vi a chamada “moscas volantes” em algum lugar, logo salvei e vim procurar. Encontrei, assisti ao vídeo, mas tenho problemas de audição e a tradução em cima do que o médico diz não me deixou ouvir direito, nem um nem outro falando.
    Essas “mosquinhas” me incomodam sobremaneira e não são só mosquinhas, tem figuras maiores, e eu gostaria de saber de existe escrito o que o médico responde, quais os exercícios. Também fiz a cirurgia de catarata. Não vi nenhuma diferença entre meu “enxergar” anterior e o de depois.
    Parabém pela iniciativa e, principalmente, pela ajuda a quem tem problemas de visão.
    Forte abraço,

    Suely Cruz

  5. SIDNEI AYRES SORRILHA 03/02/2018 at 20:04

    Dra. Não entendo nada de internet e ou computador. Mechendo no celular descubri o seu nome e como tenho problemas de visão(com cataratas),e não deseijo operar pois sou cardiopata. Pergunto: tem como me ajudar? O e-mail é (impresgraf-sorrilha@hotmail.com e o nome Sidnei Ayres Sorrilha.

Deixe seu comentário, dúvida ou sugestão