IMPORTANTE

Os exercícios visuais NÃO substituem o tratamento médico oftalmológico convencional. Consulte regularmente o seu oftalmologista, pois o método de exercícios naturais para os olhos é complementar à sua saúde visual. Não desautoriza nem desestimula, de forma alguma, a continuidade do tratamento médico oftalmológico.
Em caso de dúvida ou desconforto em seus olhos, procure o médico oftalmologista. Só ele é autorizado a fazer diagnósticos e a receitar ou suspender qualquer tipo de medicação. Não se automedique nem suspenda qualquer tipo de medicamento ou de tratamento sem a autorização do seu médico oftalmologista.

Uveíte, Blefarite e Conjuntivite… A terminação ITE é uma indicação de problema que envolve  inflamação. Assim, em primeiro lugar, vai ser preciso tratar Uveíte, Blefarite e Conjuntivite com compressas frias e também com argila. Por isso, minha orientação é que você faça compressas geladas ou com argila durante 10 minutos, quatro vezes por dia para diminuir essa inflamação.

Dessa forma, caso você esteja atravessando uma crise de Uveíte ou Conjuntivite, pode fazer compressas até cinco vezes por dia. Além disso, o principal também é massagear em torno dos olhos, o pescoço e as costas para aumentar a circulação de sangue na região dos olhos.

Lembrando sempre de procurar seu oftalmologista de confiança, para fazer um acompanhamento de segurança e verificar a total extensão da inflamação.

Uveíte, Blefarite e Conjuntivite envolvem inflamação

A Uveíte é uma doença inflamatória que pode comprometer o trato uveal, que é composto por: íris, corpo ciliar e coroide (formado basicamente por vasos sanguíneos). Em alguns casos, a inflamação atinge também o nervo óptico e a retina.

Não se conhece a causa de grande parte das Uveítes. No entanto, quando é possível determiná-la, as mais importantes são causas traumáticas, infecciosas, tumorais e autoimunes. Também pode ser causada por doenças sistêmicas como toxoplasmose, inclusive a toxoplasmose congênita, herpes simples, citomegalovírus, tuberculose e sífilis.

Sintomas principais da Uveíte

* Hiperemia (olho vermelho);
* Fotofobia (sensibilidade à luz);
* Dor;
* Visão turva, embaçada;
* Pequenos pontos escuros que se movimentam.

Uveíte, Blefarite e Conjuntivite: massagens são bem-vindas

No caso da Conjuntivite, a área atingida é a conjuntiva, uma fina membrana que recobre a esclera. Quando essa pele inflama, ocorre a Conjuntivite. Assim, quanto mais branca estiver essa parte dos olhos, melhor se encontra a circulação de sangue na área.

Além disso, olhos saudáveis significa menos estresse para eles. Dessa forma, quando ficam cansados há uma vermelhidão na esclera. Isso porque é preciso uma quantidade maior de sangue para dar sustentação ao uso da visão. Por isso, é essencial lançar mão de massagens tanto ao redor dos olhos como no pescoço.

IMPORTANTE

Os exercícios visuais NÃO substituem o tratamento médico oftalmológico convencional. Consulte regularmente o seu oftalmologista, pois o método de exercícios naturais para os olhos é complementar à sua saúde visual. Não desautoriza nem desestimula, de forma alguma, a continuidade do tratamento médico oftalmológico.
Em caso de dúvida ou desconforto em seus olhos, procure o médico oftalmologista. Só ele é autorizado a fazer diagnósticos e a receitar ou suspender qualquer tipo de medicação.Não se automedique nem suspenda qualquer tipo de medicamento ou de tratamento sem a autorização do seu médico oftalmologista.