Início » Usar Óculos: Não Dependa Deles Para Tudo na Vida!

Usar Óculos: Não Dependa Deles Para Tudo na Vida!

Por |2018-10-04T13:21:12+00:003 de outubro de 2018|0 Comentários
Avalie este post

Usar óculos para fazer certas tarefas dentro de casa — ou até fora dela – é, sim, muitas vezes, algo primordial na vida de quem tem indicação médica desse tipo de acessório. Ler, trabalhar no computador, caminhar na rua e dirigir são bons exemplos de atividades que exigem muito da nossa visão.

No entanto, coisas simples como arrumar a cama, escovar os dentes e brincar com os filhos ou animais de estimação não pedem tanto esforço dos nossos olhos. Então, nessas horas não precisa usar os óculos. E está tudo OK com isso! Eu mesma passei por um processo para usar os óculos somente quando for necessário. Sim, eu coloco os óculos para trabalhar no computador e ler.

Dessa forma, o que eu sempre digo para meus alunos é que a dependência desse tipo de acessório é que não pode prevalecer até para quem sofre de miopia, por exemplo. Isso porque nós sabemos que se trata de uma alteração que exige bastante o uso dos óculos porque a pessoa não consegue enxergar longe.

Usar óculos: minha maior vitória é não colocá-los para tudo na vida!

Bem, vou explicar melhor aqui como não se tornar dependente dos óculos para que a gente possa iniciar juntos um processo de desconstrução desse tipo de pensamento. Eu digo que a minha maior vitória é não depender dos óculos para tudo na minha vida! Ou seja, não tem problema nenhum em usar óculos quando for necessário.

Como disse, eu mesma uso óculos quando preciso. O problema todo está em colocar os óculos para realizar atividades que não exigem seu uso. Em outras palavras: a grande questão é estimular a dependência dos óculos na sua vida!

Assim, qual é então a minha maior vitória, além de não usar os óculos para tudo na vida? Não ter mais sensibilidade à luz, manter a minha visão periférica saudável e o grau dos óculos estacionado. Além de não ter mais dores de cabeça e tensão visual.

Veja no vídeo abaixo a íntegra da minha palestra inédita sobre problemas visuais e as práticas e os exercícios dedicados a eles.

 

Se dedicar aos exercícios visuais indicados para o seu problema de visão com regularidade e afinco fará com o temido aumento do grau dos óculos estacione. A prática do método Self-Healing para a visão também vai atuar de forma positiva na melhora e redução dos problemas de visão já existentes.

E o mais importante de tudo isso é que os programas de exercícios vão aturar na prevenção do surgimento de outras doenças oculares ao longo da sua vida. Eu mesma – se não fossem os exercícios visuais – poderia ter desenvolvido glaucoma, por exemplo, pois tenho vários casos dessa doença na minha família.

 

 

Em resumo: eu não recomendo a retirada total dos óculos!

Você já tem consciência que algumas atividades como assistir TV ou utilizar o computador necessitam muito da sua visão. Por isso, não recomendo que você tire o acessório enquanto estiver em frente à tela da TV ou do computador.

Isso porque esses momentos necessitam muito da sua visão e se seus olhos forem forçados, podem piorar ainda mais. Dessa forma, o raciocínio se aplica a uma criança em idade escolar, que precisa enxergar a lousa e fazer as lições de casa. Nesses casos, não é indicado ficar sem óculos.

5 passos para começar a diminuir o uso dos óculos

  1. Pratique os exercícios para seu problema visual para que seu olhos fiquem fortalecidos. Quanto mais você praticar os movimentos, menos necessidade sentirá de usar o acessório.
  2. Ao acordar, não coloque os óculos. Vá ao banheiro, escove os dentes e o completar todas suas necessidades sem eles. Você estará em um ambiente tranquilo e não verá perigo nisso.
  3. O próximo passo é conseguir seguir em frente. Ir depois até a cozinha, fazer seu café e até comer. Cada vez mais você só irá colocá-los quando for trabalhar ou pegar o carro.

E mais…

4.Na hora do almoço ou quando estiver conversando com os outros, tire os óculos. Coloque-os de volta apenas quando for ler aquele livro que você gosta.

5.Fuja do multifocal. Assim, você fica menos dependente. Seu uso só faz com que nossos olhos fiquem ainda menos capazes.

 

Leia sobre:  Óculos, Devo ou não Devo usa-los? Dilema Comum!

IMPORTANTE

Os exercícios visuais NÃO substituem o tratamento médico oftalmológico convencional. Consulte regularmente o seu oftalmologista, pois o método de exercícios naturais para os olhos é complementar à sua saúde visual. Não desautoriza nem desestimula, de forma alguma, a continuidade do tratamento médico oftalmológico.
Em caso de dúvida ou desconforto em seus olhos, procure o médico oftalmologista. Só ele é autorizado a fazer diagnósticos e a receitar ou suspender qualquer tipo de medicação.Não se automedique nem suspenda qualquer tipo de medicamento ou de tratamento sem a autorização do seu médico oftalmologista.

Quer saber mais e receber dicas como essa com exclusividade? Faça parte da lista VIP colocando seu email abaixo.

Deixe seu comentário, dúvida ou sugestão