Avalie este post

Pálpebra caída é um problema que atinge muitas pessoas. E há formas naturais de suavizá-la e evitá-la (para quem não sofre com ela!). Com os movimentos corretos, é perfeitamente possível melhorar a flacidez dessa área dos olhos. A queda da pele da pálpebra superior também é conhecida pelo termo médico de ptose ou ptose palpebral. Esse problema pode se apresentar de uma lado só ou bilateral.


Você conhece as causas da pálpebra caída ou ptose?

Existem diversas causas para o surgimento desse problema. A mais comum delas é o enfraquecimento do músculo elevador da pálpebra em consequência do envelhecimento. Além disso, essa flacidez pode ocorrer por problemas neurológicos, como na doença miastenia gravis.

A origem da pálpebra caída também pode ser congênita no caso de malformação do músculo ou tendão durante a gestação (neste caso, a cirurgia, muitas vezes, é necessária, mas os exercícios podem ajudar na preparação e recuperação do procedimento cirúrgico da ptose).

Além das questões estéticas, a pálpebra caída pode prejudicar o campo visual. E nas crianças, atrapalhar o desenvolvimento normal da visão. Descobrir a causa da ptose é muito importante para o tratamento. No entanto, para todos os casos alguns exercícios e técnicas podem ajudar muito.

Pálpebras: as grandes defensoras dos nossos olhos
A pálpebra tem duas funções básicas na estrutura dos olhos. A primeira é a mais clara: proteger nossos olhos de qualquer coisa que possa vir em direção a eles. Um movimento automático que acontece frente a qualquer perigo.

Já sua outra função também não deixa de ser óbvia, mas, ainda assim, pouca gente pensa sobre ela. Quando você pisca, consciente ou inconscientemente, são as pálpebras que umedecem a superfície dos olhos com as lágrimas.

Em sua função de mecanismo de defesa, no limite das pálpebras, há ainda uma fileira de cílios, que também servem como defesa. Além de protegerem os olhos da luz direta, eles impedem que poeiras e pequenas sujeiras entrem nos olhos.

Por isso, é preciso exercitá-las. São as pálpebras que defendem seus olhos e permitem que eles continuem funcionando perfeitamente.

Musculação e alongamento para as pálpebras? Sim, temos!
Os exercícios para pálpebra caída são ótimos para fortalecer essa área dos olhos. Quem tem ptose pode fazê-los para suavizar os danos. Ou, se você não tem, pode aderir ao método natural para evitar problemas futuros.

No próximo texto, eu vou explicar em detalhes todas as técnicas para exercitar as pálpebras e evitar que elas fiquem flácidas! São sequências rápidas e muito eficazes para fortalecer evitar pálpebra caída.

 

#MINHA DICA
Siga uma rotina de treinos diários para trabalhar os músculos (tão esquecidos!) da pálpebra, assim, como você já faz o Sunning e o Palming. Isso vai ajudar a melhorar a pálpebra caída e evitar seu avanço!

 

IMPORTANTE

Os exercícios visuais NÃO substituem o tratamento médico oftalmológico convencional. Consulte regularmente o seu oftalmologista, pois o método de exercícios naturais para os olhos é complementar à sua saúde visual. Não desautoriza nem desestimula, de forma alguma, a continuidade do tratamento médico oftalmológico.
Em caso de dúvida ou desconforto em seus olhos, procure o médico oftalmologista. Só ele é autorizado a fazer diagnósticos e a receitar ou suspender qualquer tipo de medicação.Não se automedique nem suspenda qualquer tipo de medicamento ou de tratamento sem a autorização do seu médico oftalmologista.