Início » Olhos sensíveis à luz: tire sua visão da zona de conforto e diminua isso!

Olhos sensíveis à luz: tire sua visão da zona de conforto e diminua isso!

Por |2018-04-06T15:15:10+00:0019 de janeiro de 2018|2 Comentários
Avalie este post

Olhos sensíveis à luz. Essa é uma das queixas mais comuns que ouço dos meus alunos, durante o acompanhamento das aulas, ou ainda, nos comentários dos meus seguidores nas redes sociais é sobre sensibilidade à luz.  Mas porque será que hoje em dia há tanta gente com esse problema?

É fato que, nesses tempos modernos, nós permanecemos muitas horas dentro de salas e escritórios, em lugares fechados e com iluminação controlada e o pior: artificial. Diria que é um falso conforto visual que se estende ainda quando saímos desses locais e vestimos os mais “protetor” dos óculos de sol. Saiba aqui porque você não deve usar óculos de sol.

Em outras palavras, estamos sempre visualmente acomodados, na nossa zona de conforto! E isso faz nossos olhos sensíveis à luz.

E sabe quem sai perdendo com esse hábito? É a nossa íris (responsável por abrir e fechar a nossa pupila), um músculo que se contrai e relaxa de acordo com a quantidade de luz que entra nos seus olhos. Ela enfraquece porque passa grande parte do tempo dilatada por falta de luz intensa e natural.

O resultado dessa falta de movimentação da íris, é o enfraquecimento dessa estrutura, ela não terá mais a potência de antes para contrai e controlar adequadamente a entrada de luz em seus olhos, causando sensibilidade.

 

Vários estudos apontam a falta de exposição ao sol como causa do surgimento de diversas doenças, dentre elas a miopia. Uma pesquisa da Universidade de Queensland, na Austrália, mostra que o sol é benéfico para nossos olhos e contribui, ainda, para a fixação da vitamina D.

Ao mesmo tempo que precisamos da luz do sol, necessitamos também do escuro, quando a pupila se dilata. É justamente os contrastes de iluminação que fortalecem a íris, que abre e fecha a pupila. Só que é quase impossível ter esse contraste de luz ou a falta dela hoje em dia, pois passamos quase que o dia todo em ambientes fechados, e  por outro lado nossas noites são cada vez mais iluminadas de forma artificial.

Leia sobre:  Saiba porque a saúde dos olhos está ligada às emoções

Por essa razão é tão necessário cuidar da nossa íris, fortalecendo-a com exercícios visuais.

Como melhorar ou até curar olhos sensíveis à luz

O exercício que recomendo é o Ensolar / Sunning. Com cinco minutos de prática por dia, você pode diminuir bastante a sua sensibilidade à luz. Os resultados podem ser sentidos em poucos dias!

Além da sensibilidade à luz, um dos efeitos da pupila não “fechar” de forma correta é a perda de foco da visão. Isso porque quando nós tentamos prestar atenção em um objeto menor ou em separado a tendência é criarmos no olho a mesma função da luneta e passamos a enxergar por meio de um pequeno túnel

 

Assim, numa máquina tão complexa e maravilhosa como nosso olho muita coisa precisa estar em dia para que tudo corra bem!

 

Olhos claros são mais sensíveis à luz? Mito ou verdade?

Isso é MITO! A cor dos olhos não tem nada a ver com a sensibilidade. Por isso, olhos azuis, verdes ou até castanho claro não são olhos sensíveis à luz mais do que olhos escuros, que têm a mesma estrutura dos de cores claras. Assim todos os olhos são formados pelas mesmas estruturas, independentemente da cor deles.

A nossa íris é formada por uma série de pequenos músculos que têm a função de abrir e fechar a pupila, conforme a entrada de mais ou menos luz. Mas, nenhuma luz passa pela íris, ela passa pela pupila, que é o buraquinho negro – sem cor — bem no meio do nosso olho. Então, a cor fica na íris e não, na pupila, que é onde entra a luz.

Leia sobre:  Sensibilidade à Luz: Entenda Porque Você Não Deve Fugir do Sol

Portanto, a conclusão é que nenhuma cor de olho influencia em ter olhos sensíveis à luz.

Aí você me diz: mas, eu acreditei nisso a vida inteira, e realmente sinto mais sensibilidade que outras pessoas!

Sim, aí você provavelmente usou mais óculos escuros, fugiu do sol e deixou seus olhos mais fracos. O fato de você acreditar no mito te condicionou a hábitos que te causaram mais sensibilidade, e não simplesmente a cor dos seus olhos.

Então, lembre-se que isso é mito! Olho azul ou castanho claro, não importa a cor, a estrutura é igual e eles podem ter sensibilidade à luz, se não forem fortalecidos e expostos da maneira correta ao sol.

 

 

Quer receber sem custo 1 Hora em vídeo de EXERCÍCIOS PARA OS OLHOS?

Cadastre-se na minha Lista VIP, é totalmente gratuita, e por ela eu envio e-mails com vídeo aulas, dicas e exercícios visuais para você praticar.

É por e-mail também que eu aviso quando os programas online estão com as inscrições abertas. Neles, você tem acesso ao meu acompanhamento e também aos programas específicos de exercícios para cada problema visual.

CLIQUE AQUI, faça parte da LISTA VIP e receba o VÍDEO GRATUITO com uma hora de exercícios

MAIS INFORMAÇÕES e um canal para tirar suas DÚVIDAS, envie um e-mail para: tatiana@tatianagebrael.com.br

Você também pode baixar no seu celular o APLICATIVO OLHOS DE ÁGUIA. É fácil e rápido! Você pode ter acesso via Play Store (loja do Google), se o seu celular usa o sistema Android, e na APP Store (loja da Apple), caso seu aparelho utilize o sistema IOS.

BAIXE O APP, ACESSANDO O LINK: http://tatianagebrael.com.br/app-olhos-de-aguia

CONTINUE ME ACOMPANHANDO VIA REDES SOCIAIS, POIS TEMOS MUITO CONTEÚDO GRATUITO DE QUALIDADE E ESPECIALMENTE DESENVOLVIDO PARA VOCÊ MELHORAR A SUA VISÃO NATURALMENTE!

 

FACEBOOK: https://www.facebook.com/DraTatianaGebrael/
YOUTUBE: https://www.youtube.com/user/tatiluisa/videos
INSTAGRAM: @tatianagebrael
SITE | BLOG:
https://metodoselfhealing.com.br/

 

..

 

 

IMPORTANTE

Os exercícios visuais NÃO substituem o tratamento médico oftalmológico convencional. Consulte regularmente o seu oftalmologista, pois o método de exercícios naturais para os olhos é complementar à sua saúde visual. Não desautoriza nem desestimula, de forma alguma, a continuidade do tratamento médico oftalmológico.
Em caso de dúvida ou desconforto em seus olhos, procure o médico oftalmologista. Só ele é autorizado a fazer diagnósticos e a receitar ou suspender qualquer tipo de medicação.Não se automedique nem suspenda qualquer tipo de medicamento ou de tratamento sem a autorização do seu médico oftalmologista.

Quer saber mais e receber dicas como essa com exclusividade? Faça parte da lista VIP colocando seu email abaixo.

2 Comentários

  1. Sandro bueno 30/05/2018 at 14:44

    Tenho astigmatismo e hipermetropia, uso óculos dês dos 8 anos hoje tenho 45, comecei com 0,75 e hoje ja e mais de 4 graus, minha sensibilidade a luz e enorme e cheguei ao ponto de que sem o coulos e impossuível para mim ler ou identificar qualquer coisa , com o óculos da mais não é grande cosa, para piorar com essa crise, desemprego etc… não faço óculos com a regularidade que preciso, o meu atual tem 3 anos de uso, a combinação de lentes e armação faz o custo hoje fica entre 1.700 a 2.000 dependendo do lugar, resumindo eu gostaria muito de ao menos me livrar da sensibilidade a luz, ja seria uma vitoria, pois tenho certeza que a dor de cabeça monstruosa que sinto é por causa dela, adoraria receber esses exercícios, e gostaria de te dar os parabéns por essa iniciativa ira ajudar muita gente.

  2. Eric 20/03/2018 at 15:04

    Que conteúdo maravilhoso Dra. Tatiana! Parabéns pelo trabalho!!

Deixe seu comentário, dúvida ou sugestão