3 (60%) 1 voto

Olhos com secreção – em geral – surgem por causa do acúmulo de gordura. Por outro lado, isso ainda pode ser uma infecção bacteriana, como no caso da conjuntivite. Por isso, sempre ressalto a importância de tratar problemas visuais na causa e não só os sintomas. E isso serve especialmente para o caso de olhos com secreção e vermelhos.

Assim, é bom entender que todos temos um nível de secreção nos olhos, já que a gordura é produzida perto dos cílios. E também está na composição da nossa lágrima. Por isso, a secreção é algo normal. Como aquela que muita gente tem quando acorda. E com essa está tudo bem! Você vai lá no banheiro, lava e não terá problemas.

Mas, é preciso se preocupar se ela surge em excesso. E quando isso acontece, não tenha dúvida: é importante ir ao médico para ver se está tudo bem. E entender o que é preciso para cuidar.

Olhos com Secreção: saiba qual é a origem do problema

Você pode até apostar em uma compressa. Porém, sem saber a origem da secreção nos olhos, pode não estar resolvendo nada. Mas o que acontece se for uma blefarite, por exemplo? Nela há um acúmulo de gordura na base dos cílios, ali se forma uma crosta. Algo não espesso que causa até uma dificuldade de abrir os olhos pela manhã.

Tem ainda um acúmulo de gordura que forma um terçol. Aquela irritação bem na base dos cílios, que pode acontecer junto da blefarite. Em alguns casos ela ainda causa uma escamação, quase como uma caspa nos cílios.

 

Entenda mais sobre conjuntivite

Passando para a conjuntivite, na maioria das vezes bacteriana, também tem a secreção, mas ela não é a única razão dos olhos irritados. Assim, a conjuntivite, por exemplo, pode ser alérgica.

No entanto, para entender melhor, vou explicar mais sobre a conjuntiva, que é essa membrana branquinha que cobre o seu olho. Ela pode inflamar e infeccionar. Pode ser uma inflamação viral, alérgica ou bacteriana. E justamente por isso não podemos simplesmente tentar cuidar sozinho, é preciso ir a um médico ver que tipo é e que tratamento fazer.

Como cuidar de olhos com secreção e vermelhos

Normalmente, quando você está com o olho vermelho, sente coceira e desconforto e vai lá e coloca colírio. E isso é ruim, já que o antibiótico tem efeitos colaterais. O certo seria usar apenas em situações específicas, quando precisa acabar com uma bactéria.

E pior ainda, como você sabe que é bacteriana? Às vezes, a conjuntivite não é bacteriana, ela mas viral. Nesse caso, não adianta colocar antibiótico. Se é alérgica, a mesma coisa. Não adianta colocar lágrimas artificiais se você não está cuidando na causa.

Assim, se é uma conjuntivite alérgica precisa, por exemplo, entender o que está te dando essa alergia. Na maioria das vezes, pode ser um produto químico com o cloro da piscina, por exemplo. Essa substância provoca muita irrita nos olhos.

A pessoa vai na piscina, volta, chega em casa, coloca o colírio, esfrega, aperta, lava e faz de tudo sem perceber que não adianta nada, já que o problema é a alergia. Então, uma dica é preferir piscinas salinizadas ou até tratadas com ozônio.

Tenha cautela com maquiagem, produtos de limpeza e lentes de contato

Esmaltes e maquiagem, por exemplo, podem conter muito chumbo e metais pesados. Você fica lá coçando os olhos com o esmalte e nem percebe. Nesse caso, existem opções de maquiagem orgânica e esmalte orgânico. Quem sentir que pode ter um problema precisa procurar isso.

Produtos de limpeza também precisam de atenção. O detergente que você lava a louça, o sabão da máquina de lavar roupas. Você pode estar “contaminando” os produtos da cama, lençóis, fronha do travesseiro etc. Todo um material que fica em contato com seus olhos, até na toalha de banho isso pode acontecer. É bom investigar tudo isso e, sempre que possível, optar por “produtos verdes”.

Além disso, por exemplo, se você mistura vinagre com óleo de melaleuca pode limpar quase a casa inteira e é completamente natural. E lógico, cuidado com o uso de lentes de contato, que aumenta esse tipo de irritação, secreção nos olhos e inflamação, além de diminuir a oxigenação da córnea.

IMPORTANTE

Os exercícios visuais NÃO substituem o tratamento médico oftalmológico convencional. Consulte regularmente o seu oftalmologista, pois o método de exercícios naturais para os olhos é complementar à sua saúde visual. Não desautoriza nem desestimula, de forma alguma, a continuidade do tratamento médico oftalmológico.
Em caso de dúvida ou desconforto em seus olhos, procure o médico oftalmologista. Só ele é autorizado a fazer diagnósticos e a receitar ou suspender qualquer tipo de medicação.Não se automedique nem suspenda qualquer tipo de medicamento ou de tratamento sem a autorização do seu médico oftalmologista.