Avalie este post
Nistagmo são movimentos involuntários dos olhos, repetidos e rítmicos, que geralmente estão associados a várias doenças oculares e de labirinto.
NIstagmo
Nistagmo

Meir Schneider (criador do método Self-Healing) nasceu com Nistagmo e Catarata, e desde então tem conseguido reduzir esta condição por meio de exercícios.

Nistagmo: Dica de Exercício Visual

Comece empalmando muito os olhos (Clique Aqui) , pois o relaxamento ajuda nesta condição. O cansaço e o stress tendem a piorar o Nistagmo.

Nistagmo: Algumas Pessoas não Percebem o Problema

É importante tomar consciência física dos movimentos. A maioria das pessoas com Nistagmo não percebe o problema até que outras pessoas lhe digam. Quanto mais consciente a pessoa estivem do problema, mais o controlará, portanto:
·     Feche os olhos e toque com suavidade as pálpebras, sentindo se seus olhos estão parados ou se movendo. Perceba e fique mais consciente do estado de seus olhos.
Nistagmo, Pálpebras
Nistagmo, Pálpebras
·     Olhe em um espelho, à uns 20 cm dele (caso necessite, pode ficar bem perto dele), e mire a ponte de seu nariz, exatamente entre e acima dos olhos. Se você se concentrar nesta área poderá ser capaz de perceber o movimento involuntário de seus olhos. Respire profundo, relaxe, e siga os movimentos de seus olhos tentando retardá-los, dirigi-los e aquietá-los. Não pratique este exercício por mais de alguns poucos minutos, descanse após praticá-lo e depois o retome durante seu dia.
Existem outros exercícios, principalmente de relaxamento visual que com certeza ajudarão a controlar o problema. Veja o caso de um dos meus mais de 5 mil alunos Olhos de Águia que aplicaram o método.

 

IMPORTANTE

Os exercícios visuais NÃO substituem o tratamento médico oftalmológico convencional. Consulte regularmente o seu oftalmologista, pois o método de exercícios naturais para os olhos é complementar à sua saúde visual. Não desautoriza nem desestimula, de forma alguma, a continuidade do tratamento médico oftalmológico.
Em caso de dúvida ou desconforto em seus olhos, procure o médico oftalmologista. Só ele é autorizado a fazer diagnósticos e a receitar ou suspender qualquer tipo de medicação.Não se automedique nem suspenda qualquer tipo de medicamento ou de tratamento sem a autorização do seu médico oftalmologista.