5 (100%) 1 voto
Dicas para ter uma boa visão – Tatiana L. Reis Gebrael
O mágico do método Self–Healing é exatamente o fato de não fazermos mágica. Muitas vezes as pessoas ficam me perguntando se melhorar a visão é algo sobrenatural, de outro mundo ou milagre.
Sempre respondo essa questão mostrando em como os exercícios atuam em nossos olhos. Já disse algumas vezes que nossos olhos possuem vasos sanguíneos, nervos, músculos, e que portanto são as mesmas estruturas de todo nosso corpo.
Vamos parte por parte então. Veja essa figura detalhando as estruturas oculares da córnea até nervo óptico.
Nervo Óptico
Nervo Óptico
 Em palavras simples, a luz passa primeiramente pela Córnea, a lente mais externa de nossos olhos. Aumentando a frequência e a qualidade do piscar, melhoramos a hidratação e saúde desta lente.
Passando pela córnea chegamos à Pupila, que na verdade é um orifício, controlado por músculos (parte colorida dos olhos – Iris). Estes músculos fazem a pupila fechar com a presença de luz e abrir na falta dela, ou seja, se expomos os olhos a diferentes tipos de luminosidade, fortalecemos essa musculatura, e nos tornamos muito menos sensíveis à luz.
Atrás da pupila fica o Cristalino, a lente interna dos olhos que direciona os raios de luz para nossa retina. O cristalino por sua vez também é controlado por músculos (corpo ciliar). Quando olhamos longe esta lente fica no formado alongado, e quando olhamos perto o Cristalino toma uma forma mais curva. Se alternarmos o olhar para perto e longe, adicionarmos o olhar longe em nossa rotina, tornamos essa lente mais flexível, evitando muitas vezes Catarata e Vista cansada.

Nervo Óptico

No fundo dos olhos está nossa retina, rica em vasos sanguíneos e feixes do nervo óptico, que conduz as informações visuais até o cérebro. Por esta razão que quando massageamos a região ao redor dos olhos e trazemos mais sangue, quando fazemos o palming e relaxamos o nervo óptico, e quando visualizamos o que queremos ver, melhoramos todo esse processamento visual.
Uma parte pequena da retina chamada mácula, responsável pela visão de detalhes, justamente é estimulada quando prestamos nossa atenção à eles e movimentamos nosso olhar.
Percebe como não existe mágica? A não ser a magia de perceber todo esse processo, se apoderar de hábitos mais saudáveis e melhorar sua visão.

Nervo Óptico – Relatos de Recuperação

“Na terceira semana de exercícios, quando terminei e abri os olhos, senti como um flash de uma máquina. Consegui ver o azul do céu…A partir disso fui me concentrando cada vez mais, observando mais os detahes… Foi maravilhoso, uma alegria indescritível” Reynaldo Martins – Santos – SP Veja o depoimento na integra clicando aqui.

 

IMPORTANTE

Os exercícios visuais NÃO substituem o tratamento médico oftalmológico convencional. Consulte regularmente o seu oftalmologista, pois o método de exercícios naturais para os olhos é complementar à sua saúde visual. Não desautoriza nem desestimula, de forma alguma, a continuidade do tratamento médico oftalmológico.
Em caso de dúvida ou desconforto em seus olhos, procure o médico oftalmologista. Só ele é autorizado a fazer diagnósticos e a receitar ou suspender qualquer tipo de medicação.Não se automedique nem suspenda qualquer tipo de medicamento ou de tratamento sem a autorização do seu médico oftalmologista.