Início » Membrana Epirretiniana: o Que É e Como Tratar de Maneira Natural

Membrana Epirretiniana: o Que É e Como Tratar de Maneira Natural

Por |2018-10-31T14:48:50+00:0031 de outubro de 2018|0 Comentários
Avalie este post

A Membrana Epirretiniana se apresenta como uma camada fina de tecido cicatricial, que cresce sobre a superfície da retina, com alterações na mácula, prejudicando — principalmente — a visão central. É importante destacar que a mácula é uma área bem pequena dos nossos olhos, que fica no centro da retina (fundo do olho).

A mácula mede de um a dois milímetros e está localizada atrás da retina. Nela, encontramos as mesmas células dos olhos da águia. Essas células são denominadas de cones, cuja função é permitir que a gente enxergue os detalhes.

Dessa forma, além de provocar o embaçamento na visão, a Membrana Epirretiniana também pode causar percepção de distorções nas imagens (metamorfopsia). Assim, linhas retas podem parecer curvas ou enrugadas.

Nesse sentido, o surgimento da Membrana Epirretiniana se dá após o Descolamento do Vítreo Posterior. Durante esse processo, há a formação de uma fina camada de cicatricial na superfície interna.

Retina com Membrana Epirretiniana

O tratamento convencional cirúrgico apresenta muitos riscos e nem sempre bons resultados. Assim, por meio da minha experiência com milhares de alunos, venho constatando que os exercícios visuais ajudam muito a recuperar total ou parcialmente a visão central, sem que haja, no entanto, a necessidade de uma série de intervenções cirúrgicas e medicamentosas.

Principais sintomas que atingem a retina com Membrana Epirretiniana

– Redução da visão central
– Visão com imagens distorcidas
– Diplopia ou Visão Dupla
– Macropsia perceber os objetos maiores do que realmente são
– Fotopsia visão de fagulhas ou pequenos raios

Leia sobre:  Sensibilidade ao sol: a dupla dinâmica de exercícios para esse problema

 

Tratamento natural e exercícios visuais para Retina com Membrana Epirretiniana

Abaixo estão minhas sugestões de alguns exercícios básicos para reduzir e tratar este problema visual. São exercícios iniciais para a melhora da visão, principalmente central.

  • Palming, 3 a 4 vezes ao dia por no mínimo 6 minutos de cada vez.
  • Sunning ou ensolar, pelo menos 1 vez ao dia.
  • Olhar detalhes, 5 a 10 minutos por dia.
  • Balanço longo 1 x ao dia.
  • Automassagem e soltura do pescoço para aumentar a circulação sanguínea para a cabeça e os olhos.

 

Depoimentos de alunos que obtiveram melhoras sensíveis para Membrana Epirretiniana

 

IMPORTANTE

Os exercícios visuais NÃO substituem o tratamento médico oftalmológico convencional. Consulte regularmente o seu oftalmologista, pois o método de exercícios naturais para os olhos é complementar à sua saúde visual. Não desautoriza nem desestimula, de forma alguma, a continuidade do tratamento médico oftalmológico.
Em caso de dúvida ou desconforto em seus olhos, procure o médico oftalmologista. Só ele é autorizado a fazer diagnósticos e a receitar ou suspender qualquer tipo de medicação.Não se automedique nem suspenda qualquer tipo de medicamento ou de tratamento sem a autorização do seu médico oftalmologista.

Quer saber mais e receber dicas como essa com exclusividade? Faça parte da lista VIP colocando seu email abaixo.

Deixe seu comentário, dúvida ou sugestão