Início » Os Melhores Exercícios Visuais para Crianças são Brincadeiras Simples

Os Melhores Exercícios Visuais para Crianças são Brincadeiras Simples

Por |2018-12-14T20:42:04+00:0021 de julho de 2018|0 Comentários
Avalie este post

Os melhores exercícios visuais para crianças são jogos e brincadeiras com bolas e ao ar livre. Pesquisas apontam que crianças que passam de duas horas e meia a três horas por dia sob a luz natural desenvolvem menos Miopia, por exemplo. Assim, se já estão usando óculos, é fundamental que passem mais tempo em contato com a luz natural.

Dessa forma, com essa prática, é possível minimizar vários efeitos ruins provocados por algum problema de visão nos pequenos. Por isso, fazer os exercícios corretos abre os pais a possibilidade de melhorar a visão dos filhos de modo natural e, ao mesmo tempo, lúdico e divertido.

Assim, provavelmente, se você é parente ou até professor e educador de uma criança com problemas visuais, foi tomado por uma angústia e até levado pela ansiedade ao receber o diagnóstico. E realmente pode ser desesperador.

E sei do que estou falando. Recebo diversos casos assim. São pais e parentes que levam seus filhos ao oftalmologista sem nem saberem que os pequenos têm algum problema e saem de lá com quatro graus de hipermetropia, ambliopia e até tendo que usar tampão. Isso fica pior ainda quando se descobre que, por exemplo, é preciso fazer uma cirurgia de estrabismo.

Já estão abertas as inscrições para o curso Olhinhos de Águia

Nesse programa, 100% online, você terá acesso a vários exercícios desenvolvidos especialmente para crianças com e sem problemas de visão! Vocês poderão fazer as aulas de onde e quando quiser, inclusive via celular.

Para se inscrever, basta acessar o link abaixo e preencher corretamente os dados solicitados.

https://tatigebrael.com/aula-olhinhos

 

Controle suas emoções para não estressar as crianças

Por isso, mesmo diante de toda tensão, a primeira coisa que se deve fazer é controlar suas emoções e estimular desde já a prática de exercícios visuais. Ficar tranquilo e não passar esse estresse para a criança. Evite transmitir preocupação e ansiedade. Tudo isso pode piorar o quadro. É necessário passar segurança, deixar a criança tranquila de que existe tratamento. E pode ser feito por meio de brincadeiras.

Exercícios visuais para crianças: comece desde cedo

Tente colocar em prática os exercícios visuais para crianças na época inicial, quando tudo está começando. Dessa forma, lembre-se que estamos falando de crianças com menos de 12 anos, com organismos que se desenvolvem muito rápido. É preciso usar isso a favor deles.

Pesquisas apontam que crianças que passam de duas horas e meia a três horas por dia sob a luz natural desenvolvem menos Miopia.

Por outro lado, é imprescindível nunca deixar o tratamento médico convencional. Leve sempre a criança às consultas com o oftalmologista. Faça tudo caminhar junto: tratamento natural e tratamento convencional.

Transforme tudo em brincadeiras infantis, use brinquedos. O tratamento precisa fazer sentido para ela. Por isso, é importante transformar tudo em algo que a criança vai querer participar. No entanto, não deixe que aquilo seja só uma estimulação ou um exercício, mas, sim, transforme em brincadeiras.

Brincadeiras infantis com bola são excelentes

Para bebês, use brinquedos coloridos, visualmente interessantes e que possam fazer com que eles interajam. Use objetos que eles possam tocar, sentir. Brinquedos que estimulem seus sentidos, com textura, fazendo barulho e chamando a atenção visual pelas cores e brilhos.

Procure estar ao ar livre. Brincadeiras com bola ao ar livre são excelentes. Você pode estimular os reflexos, a visão periférica, estimular os olhos ao longe apenas com uma bola!

A Visão Periférica pode ser exercitada com brincadeiras que usam bolas

É logico que a ideia de brincar fora de casa é desesperadora diante dos dias de hoje, onde todos estamos muito dentro dos apartamentos e com as escolas fechadas, mas, ainda assim, é necessário fazer um esforço.

Leia sobre:  Uveíte: Sintomas e Tratamentos Naturais - Especialista Tatiana

No entanto, não é preciso ficar três horas seguidas, e nem debaixo do sol direto, mas só de estar a sombra de uma árvore, por exemplo, a iluminação intensa do dia já ajuda bastante. Separe, um pouco de manhã e depois um pouco da tarde. Isso é bom até para que elas percebam as nuances das cores, do amanhecer ou entardecer. Algo que vai ainda ajudar nas questões hormonais e de qualidade de sono.

E mais ainda crianças precisam de expressão corporal, movimento, correr, escalar, tudo isso fazendo com que a circulação sanguínea flua melhor e, consequentemente, melhore a visão.

Soltar pipas é uma excelente forma de estimular o “olhar longe”

 

Faça as crianças correrem ao ar livre, estimule que elas fiquem longe de você, que foquem longe, fazendo olharem à distância. As pipas são ótimas pra isso. Elas estimulam muito a visão da criança.

Uso do tampão

Já no caso do uso de tampão, não deixe a criança colocar o tampão e ir pra frente da TV ou do computador. Porque é preciso brincar. Vá jogar bola, ficar ao ar livre. Pois, o olho mais fraco necessita de estímulos. Dessa forma, a criança não precisa se esforçar para enxergar detalhes muito pequenos, porque isso vai cansar ainda mais o olho.

É um erro que acontece muito em alguns tratamentos convencionais que deixam a criança com o tampão o dia inteiro sem intervalos. Assim, é preciso entender as necessidade de cada criança, pois é importante ter em mente que é possível melhorar e reduzir problemas com exercícios visuais simples.

 

 

 

 

 

 

IMPORTANTE

Os exercícios visuais NÃO substituem o tratamento médico oftalmológico convencional. Consulte regularmente o seu oftalmologista, pois o método de exercícios naturais para os olhos é complementar à sua saúde visual. Não desautoriza nem desestimula, de forma alguma, a continuidade do tratamento médico oftalmológico.
Em caso de dúvida ou desconforto em seus olhos, procure o médico oftalmologista. Só ele é autorizado a fazer diagnósticos e a receitar ou suspender qualquer tipo de medicação.Não se automedique nem suspenda qualquer tipo de medicamento ou de tratamento sem a autorização do seu médico oftalmologista.

Quer saber mais e receber dicas como essa com exclusividade? Faça parte da lista VIP colocando seu email abaixo.

Deixe seu comentário, dúvida ou sugestão