4.2 (83.16%) 19 votos

Catarata, o que é? É possível tratar e evitar a cirurgia de catarata? Temos como prevenir? Nesse post você vai entender e responder todas essas perguntas e vai também descobrir quais exercícios naturais você pode fazer para prevenir, recuperar e tratar seus olhos e a catarata.

Catarata é a opacidade (embaçamento) do cristalino (lente interna dos olhos). Pode ser causada por medicamentos, doenças como diabetes e uveítes, e acreditamos também por mau uso dos olhos (muita visão de perto, e o mau hábito de não olharmos longe, não movimentarmos o olhar e não relaxarmos nossa visão).

catarata, cirurgia catarata, olhos

catarata, cirurgia de catarata, olhos

Como Tratar Seus Olhos Naturalmente

A maioria dos oftalmologistas prefere operar a Catarata somente quando ela está madura, ou seja, densa e causando perda substancial da visão.

Qualquer cirurgia apresenta risco, e essa não é exceção. Em nosso trabalho temos nos deparado com pessoas para quem a operação não foi inteiramente bem sucedida.

Essa é uma importante escolha, fazer a cirurgia ou não. Se sua visão é fraca, mais ainda funcional, ou se mesmo com uma visão muito prejudicada, você possui outras complicações e problemas visuais, vale a pena você trabalhar para melhorá-la naturalmente e não correr os riscos da cirurgia. Entretanto, se sua visão está extremamente prejudicada, ou se você também sofre de degeneração macular e a catarata é “operável”, você deve considerar a cirurgia como uma opção, pois a catarata barra a luz que entra nos olhos e pode piorar a degeneração da mácula.

Trago aqui alguns dos exercícios mais básicos para melhorar Catarata. No consultório, após uma avaliação, organizo um programa de exercícios com estes e outros específicos para cada caso, e presencio muitos resultados positivos. Estou à disposição e recomendo sempre a passagem pelo médico oftalmologista em qualquer situação.

Exercícios para Evitar Cirurgia de Catarata

Relaxar a visão é fundamental nesse caso:

Faça o quanto você puder de Palming. Pratique no mínimo 20 minutos de cada vez, diversas vezes ao dia.

Olhe longe no mínimo 10 minutos por dia. (Clique aqui)

Se massageie todos os dias (Clique aqui) e receba massagem de um profissional ou outra pessoa o quanto puder.

Exercícios de movimentação ocular (Clique aqui) e flexibilização do cristalino (Clique aqui) também devem ser praticados todos os dias.

Leia também o post sobre a luz natural e dê muita importância para os exercícios físicos como caminhada, ciclismo, natação, ou seja, tudo que melhore sua circulação corporal como um todo.

Tenha em mente que você precisará trabalhar sua visão com afinco, persistência e paciência, pois o problema que você está procurando curar é orgânico e requer dedicação.

Saiba que você só tem a ganhar com os exercícios visuais. Mesmo que você não consiga evitar a cirurgia, com os exercícios você pode preparar seus olhos para enfrentá-la, e se recuperar melhor após a operação.

Nair Evitou a Cirurgia de Catarata com Exercícios Visuais

Veja o depoimento da Nair Fiorot, paciente da Tatiana, e frequentadora do Grupo de exercícios no Parque Villa Lobos, relata como evitou a Cirurgia de Catarata, e aos 67 anos está melhorando sua visão de perto a cada dia. Nair também nos conta dicas muito práticas de como organizar a rotina para inserir os exercícios visuais.

“Nunca desperdiçamos tempo algum quando trabalhamos nossos olhos” Meir Schneider.

 

Leia sobre:  Física Quântica - Saiba a origem dos Problemas visuais e corporais

IMPORTANTE

Os exercícios visuais NÃO substituem o tratamento médico oftalmológico convencional. Consulte regularmente o seu oftalmologista, pois o método de exercícios naturais para os olhos é complementar à sua saúde visual. Não desautoriza nem desestimula, de forma alguma, a continuidade do tratamento médico oftalmológico.
Em caso de dúvida ou desconforto em seus olhos, procure o médico oftalmologista. Só ele é autorizado a fazer diagnósticos e a receitar ou suspender qualquer tipo de medicação.Não se automedique nem suspenda qualquer tipo de medicamento ou de tratamento sem a autorização do seu médico oftalmologista.