4.3 (86%) 10 voto[s]

Pressão Alta, Glaucoma

Olá Hoje trago aqui para vocês um depoimento que recebi por e-mail algumas semanas atrás. Coloquei o texto na íntegra, como foi autorizado pela autora.
Aproveitem essa história maravilhosa !
Tatiana Gebrael
 
 
Oi Tatiana , bom dia!
 
Faz algum tempo que recebo seus e-mails e acho muito interessante. Gostaria de compartilhar da a minha história com vc , mas sem depoimentos, porque se for filmar , vou precisar colocar um saco na cabeça! rs . vergonha de ser filmada, enfim.
Primeiro que adorei os depoimentos que você postou, principalmente o depoimento da Nair Fiorot, onde ela conta detalhadamente toda a trajetória dela contra a catarata. Apesar da minha história ser mais parecida com a da Emília Ishimine…

Glaucoma Sintomas

Bom, desde criança tenho miopia… antigamente se achava que miopia era uma herança genética e hoje entendo que existem fatores emocionais que levam a criança a precisar de óculos. Aos 17 anos , estava no período de prestar vestibular, escolher carreira, etc…. comecei com uma dor de cabeça muito forte. A minha mãe achava q era enxaqueca, foi quando notei uma falha no meu campo visual. Fomos correndo no oftalmo e descobri que  tinha glaucoma. Minha pressão batia os 40 no olho esquerdo e fui encaminhada urgentemente p/ cirurgia.
Fui muito iluminada por Deus, pois encontrei um médico especialista e excelente que pôde me ajudar. Eu lembro que não sabia do que se tratava aquela doença, me desesperei totalmente. Realizei a primeira cirurgia e a partir dai começou a luta, com os colírios.
Tive que realizar duas cirurgias em dois anos consecutivos. Minha pressão se manteve com o uso dos colírios durante dez anos. Mas eu não me cuidava em absolutamente nada, usava lentes de contato desde a hora que acordava até a hora de dormir. Usava muito o computador….Achava que só os colírios já eram suficientes, me faltava mais informação.
 
Em 2010, arranjei um emprego que me trouxe muitos problemas, era muita pressão e eu não sabia até onde ia meu limite. Resumindo, a pressão intraocular voltou a subir e dessa vez , nos dois olhos. Fiquei péssima, emagreci muito, triste, e isso só piorou a situação. Fiquei um ano com remédio forte via oral e colírios, até que o oftalmo me disse que não tinha outra saída, realizar mais duas cirurgias, um em cada olho.
Resumindo a história que já está beeeeem longa: coloquei uma válvula artificial no olho esquerdo e uma válvula natural no olho direito. Sofri muito…, a recuperação é demorada e dolorosa. Tanto pro corpo , quanto p mente.
Até que tomei uma decisão, em 2011, pedi demissão, já com alguns contatos de um novo emprego. Comecei uma nova vida!
 

Glaucoma Tratamento

Foi então que, como a Nair, comecei a procurar na internet algo que fosse milagroso pros meus olhos. Eu não me conformava com o diagnóstico trágico da medicina tradicional, era como se eu ouvisse uma voz la dentro que me dizia que existia uma esperança.
Fui guiada por um livro que a minha mãe tinha em casa ( ela é fisioterapeuta), esqueci o nome, mas que traz a tona a cura do corpo  através de exercicios. Vi la, Meir Schneider e corri pro google. Achei logo de cara, o SEU NOME !  Você estava de licença maternidade, fui então procurar na minha região. Achei em Campinas, uma terapeuta que aplica o método, a Denise Franchi, excelente profissional e pessoa que me ajudou muito. Me apresentou o método e começamos as sessões.
 
Não to conseguindo resumir muito,…. rs , mas então, mantive com os exercícios, durante uns 4 meses, tomei coragem e fui fazer um óculos novo. Detalhe que eu detesto óculos e o meu, era um velho, fundo de garrafa. Meu grau tinha diminuído, 1,25 já do olho
“bom”. Difícil explicar qual a sensação que eu tive…. pois nunca diminui o grau…. nem 0,005. Foi muito bom, aquilo me deu forças pra continuar. Ah, esqueci de falar, logo quando iniciei o trabalho com a Denise, participei de um workshop com o próprio Meir!!! Foi muito bom………eu tinha MUITOS medos e o Meir me disse ” sabe qual a diferença entre o médico e Deus? Deus não finge ser médico….” , não me esqueço. Eu poderia falar muito mais aqui, mas acho q já falei DEMAIS!

 Resultados, Glaucoma e Miopia

RESULTADO: faz menos de um ano que comecei com os exercícios e já vejo muita diferença. Não sinto mais as dores de cabeça de antes, tenho uma percepção muito melhor do meu corpo , especialmente dos meus olhos. Trabalho com computador  e tento me gerenciar pra não ficar com os olhos cansados todo o tempo. Tive que parar por um período as consultas com a Denise, pois estou grávida , já de 7 meses, mas com certeza, vou retornar. Enquanto isso, tento fazer em casa, sigo os livros e as orientações da Denise. Ah, minha pressão está bem baixinha, graças a Deus e meu oftalmo adorou que encontrei esse método.
Hoje, sei que o método veio pra me acompanhar por toda a vida ! E que com fé, e muita insistência, ainda vou conseguir melhorar muito mais. Quero muito fazer o treinamento para poder aplicar esse método em outras pessoas, talvez um dia eu ainda mude de área e consiga disseminar mais o método. quem sabe! rs

Glaucoma tem cura

 
Gostaria de agradecer pelo seu trabalho e o de outros terapeutas que fazem a diferença na vida das pessoas.
Vocês, de alguma forma, mudaram a minha e a forma como eu encaro a vida! Literalmente , vejo a vida com OUTROS OLHOS.
 O método do self me trouxe a esperança de que existe solução e cura pra tudo. Basta acreditar e buscar.
Agora vou fazer os meus exercícios, já passei muito tempo no computador. Hehe.
 
Muito obrigada!
 
Tatiana Ono Kageyama

MAIS INFORMAÇÕES E CONTATO:

www.metodoselfhealing.com.br

e-mail suportedratatiana@gmail.com

.

IMPORTANTE

Os exercícios visuais NÃO substituem o tratamento médico oftalmológico convencional. Consulte regularmente o seu oftalmologista, pois o método de exercícios naturais para os olhos é complementar à sua saúde visual. Não desautoriza nem desestimula, de forma alguma, a continuidade do tratamento médico oftalmológico.
Em caso de dúvida ou desconforto em seus olhos, procure o médico oftalmologista. Só ele é autorizado a fazer diagnósticos e a receitar ou suspender qualquer tipo de medicação.Não se automedique nem suspenda qualquer tipo de medicamento ou de tratamento sem a autorização do seu médico oftalmologista.