Exercitar a visão noturna — nos tempos de hoje — pode ser um grande desafio. Porém, os benefícios desse tipo de atividade valem muito a pena, pois só melhoram a qualidade da saúde visual. Os diversos aparatos tecnológicos e o excesso de luminosidade nos ambientes que frequentamos acabam por prejudicar a nossa visão noturna. A nossa vista precisa ser constantemente exercitada para funcionar plenamente, mas este excesso de iluminação acaba por prejudicar nossa visão noturna.

Passeios noturnos (sim, você pode achar a ideia um pouco complicada, mas é a melhor forma de exercitar a visão noturna) é uma maneira de compensar o estresse e a sobrecarga que a luz artificial causa a seus olhos. Minha indicação é sempre que possível fazer um passeio noturno, ou seja, caminhar tendo unicamente a luz das estrelas e da lua para iluminar o seu caminho.

Exercitar a visão noturna: como fazer isso na cidade?

Mas, Tatiana como farei isso na cidade? Sim, sei também que é muito difícil conseguir um local seguro e sem luz para um passeio noturno, se você tem um refúgio como este, é um privilegiado, não deixe de aproveitá-lo.

Caso você, como eu, não tenha essa facilidade, pode simular o passeio noturno em seu quarto escuro. O importante é não ficar parado, simplesmente olhando para a escuridão. Caminhe pelo quarto, de frente, de costas, sente-se no chão com as pernas cruzadas e movimente seu tronco em círculos, faça massagens e rotacione seu pescoço em ambas as direções, ou faça outro movimento agradável à você.

“Bastam 3 ou 4 minutos para que as pupilas se dilatem até nove vezes o tamanho que elas têm durante o dia; 40 minutos para ativar os bastonetes (células da retina que sentem o movimento e a periferia); e 50 minutos para utilizar seus olhos em seu pleno potencial” (Meir Schneider).

 

Esta dica do passeio noturno é especialmente eficaz para quem sofre de Retinose Pigmentar ou Miopia, pois além de relaxar os olhos também ativa a visão periférica.

Não se culpem por chegar em casa e não checar o e-mail, não ligar a televisão, ou não assistir aquele vídeo engraçado na internet. Permita-se desligar, desconectar. Seja dono de seu próprio tempo, e permita-se o lazer e o descanso.

Durma com o quarto completamente escuro
Essa é a primeira dica para melhorar a visão noturna. Assim, evite qualquer tipo de luz vinda de fora, ou de algum aparelho eletrônico, pois isso inibe a ativação dos seus bastonetes. Na hora de dormir, cubra as luzes dos aparelhos com fita adesiva ou panos escuros.

#MINHA DICA
Adoro quando tem queda de energia porque posso brincar no escuro com meu filho. Em casa nós fazemos a noite da queda de energia 1 x por semana, pelo menos. Fica a dica de tornar esse exercício ainda mais divertido 🙂

 

IMPORTANTE

Os exercícios visuais NÃO substituem o tratamento médico oftalmológico convencional. Consulte regularmente o seu oftalmologista, pois o método de exercícios naturais para os olhos é complementar à sua saúde visual. Não desautoriza nem desestimula, de forma alguma, a continuidade do tratamento médico oftalmológico.
Em caso de dúvida ou desconforto em seus olhos, procure o médico oftalmologista. Só ele é autorizado a fazer diagnósticos e a receitar ou suspender qualquer tipo de medicação.Não se automedique nem suspenda qualquer tipo de medicamento ou de tratamento sem a autorização do seu médico oftalmologista.