Início » Causas da retinose pigmentar e como melhorar esse problema

Causas da retinose pigmentar e como melhorar esse problema

Por |2018-05-02T13:08:21+00:0020 de abril de 2018|1 Comentário
Avalie este post

Causas da retinose pigmentar têm origem hereditária. A área diretamente afetada por essa doença é a retina, região conhecida como fundo do olho. De forma progressiva, ela começa a passar por um processo de degeneração. A estimativa é que a retinose pigmentar – em todas as suas formas – afete uma a cada quatro mil pessoas.

Vocês devem saber que é na retina que as imagens são capturadas a partir do campo visual. Na maioria dos casos de causas da retinose, que tenho conhecimento, há perda de visão periférica, dificuldade de adaptação ao escuro e sensibilidade à luminosidade. Isso porque as primeiras células afetadas pela retinose pigmentar são os fotorreceptores, que são sensíveis à luz e responsáveis pela visão periférica e noturna.

Com o surgimento das causas da retinose pigmentar, as células da retina chamadas de bastonetes (por terem formato longo e cilíndrico) e cones (células que reconhecem as cores) iniciam um processo de degeneração. Também há atrofiamento, o que acaba fazendo com essas células morram.


Causas da retinose pigmentar
 envolvem genética

No processo de desenvolvimento das causas da retinose pigmentar, as células fotorreceptoras dos nossos olhos – os bastonetes e cones – recebem informações erradas de certos genes. Isso causa diversas mutações genéticas que levam à doença.

Por ter origem hereditária, quando alguém da família apresenta a retinose pigmentar, é indicado que todos os demais membros passem por avaliações médicas. Procure tanto um oftalmologista como um geneticista.

Leia sobre:  Retinose Pigmentar e Exercícios para Melhorar a Visão

Principais sintomas de retinose pigmentar


O primeiro sinal da doença é a dificuldade em enxergar à noite. Depois, é observada perda da visão lateral e central também. A intensidade dos sintomas vai depender de como os bastonetes e cones estão afetados pela doença. Em geral, são os bastonetes – mais concentrados nas áreas periféricas da retina – que começam a ser prejudicados pela retinose pigmentar. O que vai começar a provocar perda da visão periférica.

Já a visão central começa a ser afetada, depois que os cones (localizados na área central da retina) iniciam um processo de degeneração por causa da doença. Além da perda da visão central, a capacidade de diferenciar as cores e os detalhes fica comprometida.


Retinose pigmentar:
saiba o que Meir Schneider diz sobre problema visual
Para Meir Schneider, muito embora a retinose pigmentar tenha origem hereditária, o estresse da vida de hoje piora a doença. E, além disso, o próprio desgaste físico e emocional causado pela perda visual, pode acelerar o processo de piora da qualidade da visão dos portadores desse tipo de problema.

“Na minha experiência com pacientes com retinose percebo que a prática dos exercícios pode, além de desacelerar a progressão da doença, também recuperar células que não estão mortas. Mas adormecidas no campo visual, esperando por um estímulo”, diz.

No seu livro Saúde Visual, Meir Schneider, destaca que enfrentar com naturalidade o problema  é o segredo para a cura. “As pessoas que se curam são aquelas que encaram o problema com naturalidade. Eu posso ser baixo, posso ser alto, posso ter catarata. Também ter retinose pigmentar, posso ser manco. De qualquer modo, sou uma pessoa completa, estou bem e tenho que lidar tanto com os meus problemas quanto com os meus triunfos”.

 

Quer receber sem custo 1 Hora em vídeo de EXERCÍCIOS PARA OS OLHOS?

Cadastre-se na minha Lista VIP, é totalmente gratuita, e por ela eu envio e-mails com vídeo aulas, dicas e exercícios visuais para você praticar.

É por e-mail também que eu aviso quando os programas online estão com as inscrições abertas. Neles, você tem acesso ao meu acompanhamento e também aos programas específicos de exercícios para cada problema visual.

CLIQUE AQUI, faça parte da LISTA VIP e receba o VÍDEO GRATUITO com uma hora de exercícios

MAIS INFORMAÇÕES e um canal para tirar suas DÚVIDAS, envie um e-mail para: suporte@tatianagebrael.com.br

 

Você também pode baixar no seu celular o APLICATIVO OLHOS DE ÁGUIA. É fácil e rápido! Você pode ter acesso via Play Store (loja do Google), se o seu celular usa o sistema Android, e na APP Store (loja da Apple), caso seu aparelho utilize o sistema IOS.

CONTINUE ME ACOMPANHANDO VIA REDES SOCIAIS, POIS TEMOS MUITO CONTEÚDO GRATUITO DE QUALIDADE E ESPECIALMENTE DESENVOLVIDO PARA VOCÊ MELHORAR A SUA VISÃO NATURALMENTE!

 

FACEBOOK: https://www.facebook.com/DraTatianaGebrael/
YOUTUBE:
https://www.youtube.com/user/tatiluisa/videos
INSTAGRAM: @tatianagebrael
SITE | BLOG:
https://metodoselfhealing.com.br/

 

IMPORTANTE

Os exercícios visuais NÃO substituem o tratamento médico oftalmológico convencional. Consulte regularmente o seu oftalmologista, pois o método de exercícios naturais para os olhos é complementar à sua saúde visual. Não desautoriza nem desestimula, de forma alguma, a continuidade do tratamento médico oftalmológico.
Em caso de dúvida ou desconforto em seus olhos, procure o médico oftalmologista. Só ele é autorizado a fazer diagnósticos e a receitar ou suspender qualquer tipo de medicação.Não se automedique nem suspenda qualquer tipo de medicamento ou de tratamento sem a autorização do seu médico oftalmologista.

Quer saber mais e receber dicas como essa com exclusividade? Faça parte da lista VIP colocando seu email abaixo.

Um comentário

  1. Regina Célia Pinho de Oliveira 24/05/2018 at 09:18

    Bom dia Tatiana, tenho 47 anos,fiz uma cirurgia de catarata há dois meses,de uns dias para cá venho tendo flash de luz, até mesmo ao fechar os olhos.Esses sintomas pode ser descolamento de retina? Tenho assistido alguns vídeos seus e feito alguns exercícios.

Deixe seu comentário, dúvida ou sugestão