Início » Catarata: Conheça a Área Onde se Desenvolve essa Alteração Visual

Catarata: Conheça a Área Onde se Desenvolve essa Alteração Visual

Por |2019-01-29T18:00:14+00:0029 de janeiro de 2019|0 Comentários
4.5 (90%) 2 votos

Catarata é uma doença que atinge o cristalino, uma área maravilhosa dos olhos, considerada como uma lente natural da visão. Localizado entre a íris e o humor vítreo, ele é formado por várias camadas transparentes (como se fossem lentes sobrepostas de uma câmera fotográfica). A Catarata se caracteriza pelo amarelamento das células do cristalino. Assim, há um processo de acúmulo de resíduos ou pigmentos amarelados na região, que causa uma falta de transparência, ou seja, um “embaçamento” da visão. Dessa forma, a chegada natural da quantidade ideal de luz até os olhos fica prejudicada.

 

Semana Mais Visão Mais Vida

Quer ter acesso às dicas e aos exercícios gratuitos para melhorar e recuperar a visão de forma natural? Você poderá  aprender tudo de forma gratuita e online na Semana Mais Visão mais Visão, que acontece de 28 de janeiro a 01 de fevereiro.

Garanta o seu lugar aqui ▶️ https://tatigebrael.com/workshop-turma-11-mobile

 

Quando pensamos em alterações visuais, a Catarata é a mais comum delas

Dados da Organização Mundial da Saúde (OMS) dão conta que a Catarata é responsável por 51% dos casos de cegueira no mundo. Esse percentual equivale a 20 milhões de pessoas com esse tipo de problema na visão. No entanto, o que venho percebendo já há algum tempo é a incidência cada vez maior de Catarata em pessoas mais jovens.

Leia sobre:  Miopia: Porque ela já é Considerada a Epidemia do Século

Vários alunos meus com 20, 30 e 40 anos são diagnosticados com a doença de forma precoce. Há vários fatores envolvidos nisso. Porém, o estresse visual é a principal causa dessa alteração nos mais jovens. Dessa forma, não se trata somente do uso excessivo da visão (ficamos muito tempo em frente às telinhas), ou seja, de não olhar longe e ter a visão congelada por muito tempo. Mas, também ao fato de não relaxarmos os olhos e de não nos desligarmos dos acontecimentos do cotidiano!

No vídeo abaixo, eu explico um pouco do funcionamento de algumas estruturas dos olhos

 

Saiba quais são os melhores exercícios para os músculos do Cristalino

Sunning ou Ensolar (Banho de Sol nos Olhos)

Esse exercício é uma verdadeira musculação para os olhos. Isso porque a pupila — por onde entra a luminosidade — é exercitada e fortalecida graças ao movimento de abertura dessa área com o poder regenerativo do sol. Resultado: a visão fica cada vez menos sensível à luz do sol. Assim, aqui é importante lembrar que as células da retina são fotorreceptoras. Ou, em outras palavras: foram “projetadas” para receber a luz do sol.

 

 

Palming para descansar a visão

Como disse uma das principais causas da Catarata precoce é o estresse visual. Por isso, é tão necessário – todos os dias – fazer esse exercício de relaxamento visual. Faça o Palming – no mínimo – seis minutos, duas vezes por dia.

Olhar longe

Procure olhar para o horizonte – mais de 40 m – todos os dias por – no mínimo – 10 minutos. Movimente o olhar, prestando atenção nos detalhes, como se estivesse procurando algo. Faça isso mesmo que sua visão esteja embaçada. Depois tente olhar um pouco mais perto para fazer movimentos com os olhos.

 

Confira depoimentos de casos de sucesso para tratamento de Catarata com exercícios visuais

Aos 38 anos, Sandra recebeu diagnóstico positivo para Catarata e reduziu a doença com exercícios especiais

 

Dodora Andrade conseguiu regredir Catarata e grau dos óculos para Hipermetropia e Astigmatismo

 

 

IMPORTANTE

Os exercícios visuais NÃO substituem o tratamento médico oftalmológico convencional. Consulte regularmente o seu oftalmologista, pois o método de exercícios naturais para os olhos é complementar à sua saúde visual. Não desautoriza nem desestimula, de forma alguma, a continuidade do tratamento médico oftalmológico.
Em caso de dúvida ou desconforto em seus olhos, procure o médico oftalmologista. Só ele é autorizado a fazer diagnósticos e a receitar ou suspender qualquer tipo de medicação.Não se automedique nem suspenda qualquer tipo de medicamento ou de tratamento sem a autorização do seu médico oftalmologista.

Quer saber mais e receber dicas como essa com exclusividade? Faça parte da lista VIP colocando seu email abaixo.

Deixe seu comentário, dúvida ou sugestão