Avalie este post

Quantas horas você passa em frente ao computador? E usando o celular? Uma pesquisa divulgada no ano passado mostrou que as pessoas gastam cerca de 5,3 horas diárias em frente ao PC. Em 2014, outro levantamento de dados revelou que jovens entre 18 e 25 anos ficam seis horas por dia em redes sociais no celular. Todo esse tempo usado em frente a esses aparelhos são, para muitos, um momento de lazer após o trabalho, a escola ou até mesmo um passatempo. Até aí tudo bem. Mas você já percebeu que, com longas horas de uso, o cansaço visual começa a aparecer?

Os olhos são os mais afetados com essa longa utilização de computadores e celulares. Sabemos que nos dias de hoje é difícil desgrudar da tecnologia: são mensagens de minutos em minutos, e-mails para conferir e fotos para postar. A interação é tão necessária que até no trabalho nós estamos conectados. Acontece que, para os olhos, essa intensidade não é boa. E eu já te conto o porquê que isso traz um forte cansaço visual.

Como diminuir o cansaço visual enquanto uso o computador?

A gente sabe que se usar o computador ou celular por muitas horas nossos olhos irão sofrer com isso. Porém, a gente não resiste, certo? É comum passar do ponto, exagerar no uso desses aparelhos e até mesmo utilizá-los na cama, antes de dormir. Acontece que essa intensidade faz mal para nossas vistas e devemos utilizar algumas técnicas para suavizar esses danos. Elas possibilitam que a gente use o computador ou celular e não sinta cansaço nos olhos, aproveitando as pausas rápidas e o tempo com qualidade. E melhor: continuar trabalhando, se entretendo, sem comprometer nossa saúde visual.

  • O ambiente precisa ser agradável para os olhos

A primeira coisa que você precisa se preocupar é o ambiente onde utiliza o computador ou celular. Os aparelhos móveis são mais fáceis de se locomover, porém o computador, geralmente, nós usamos no escritório ou em um cômodo especial. Tenha em mente que a iluminação do local é muito importante para não cansar os olhos e permitir que você utilize o aparelho por mais tempo.

Aposte em ambientes que tenham forte incidência de luz natural. Caso não seja possível, aposte em uma luz amarela lateral para evitar o cansaço visual.

Para seus olhos não reclamarem do esforço ou do cansaço, a dica é simples: use e abuse da iluminação ambiente – a luz natural, sabe? Ela é a melhor quando o assunto é não cansar os olhos. E ela deve vir da lateral de onde você está sentado. Se a iluminação vier de trás ou de frente a você, o cansaço nos olhos será ainda maior.

Caso não seja possível utilizar a luz natural, aposte na iluminação amarela. A luz branca é campeã quando o assunto é cansaço dos olhos. Já a amarela se assemelha à luz do sol e não irrita tanto nossa visão. Tenha pelo menos uma luminária ao seu lado.

O que também é importante levar em conta é o ambiente onde você está usando o computador ou celular. Quando é um local mais amplo e com mais iluminação natural, há mais chances de você olhar para longe, desviar um pouco o seu ponto focal do computador. Olhar ao redor faz toda diferença: além de tirar você daquela “bolha” onde só existe o aparelho, ele também exercita sua visão periférica – que é pouco lembrada quando estamos em um cômodo fechado ou menor.

Ficar fissurado no computador estressa o ponto focal dos olhos. Eles não foram feitos para olhar somente um objeto – muito menos um objeto que irradia luz branca e forte a todo momento, cansando nossa visão central –  e isso traz um grande cansaço visual. Nunca deixe de prestar atenção na visão periférica enquanto usa o computador ou celular. Preste atenção ao seu redor: não só para descansar os olhos, mas, também, para pensar em outras coisas. Você voltará à sua atividade com mais ideias. E melhores!

E evite utilizar o computador ou celular em um ambiente escuro. Desse jeito você não consegue exercitar sua visão periférica, além de forçar muito a visão central. Não há como olhar para outro lugar e a luz branca cansa ainda mais os olhos.

  • Vai uma piscadinha aí? 😉

Quando estamos concentrados em alguma atividade, ficamos tão fissurados que mal respiramos. E muito menos piscamos. Por isso é importante se policiar para fazer essa ação tão natural do nosso corpo. Conte: 1, 2, 3 e pisque. No começo você pode se “obrigar” a fazer isso e evitar o cansaço das vistas. Depois vai virar uma função automática que nem vai perceber!

Quando não piscamos, a visão fica cansada, pesada. A piscadinha, por mais boba que seja a ação, ajuda a aliviar os olhos. Isso sem contar que evita aquela dor de cabeça forte no fim do dia.

  • Tire um tempo para você – longe do computador

É impossível achar que podemos usar o computador sem dar uma pausa. Mesmo usando as técnicas, nós precisamos parar um pouco, não só para comer alguma coisa, beber água ou ir ao banheiro. Mas, também, diminuir o cansaço dos olhos.

A indicação é que você dê pausas a cada 50 minutos ou uma hora. Se você tem algum problema mais grave de visão ou está passando por um tratamento, o indicado é dar um tempo a cada 40 minutos. Ande um pouco, estique as pernas e vá a ambientes diferentes, com outros tipos de iluminação. Assim seus olhos ficarão mais calmos e a visão tem tempo para descansar um pouco. Essa pausa é necessária para evitar o cansaço visual.

Como não cansar seus olhos - 11 dicas práticas para usar computador e celular! Não sofra com cansaço visual!

Cansaço nas vistas: exercícios que podem ajudar

Há várias técnicas que podem ajudar a combater o cansaço visual enquanto usamos o computador ou celular. Além das três dicas citadas, você pode mesclar a pausa com exercícios visuais. Eles vão ajudar seus olhos a relaxarem, ficarem mais calmos e, assim, melhorar a qualidade do tempo que você passa em frente ao computador ou celular.

No e-book Como não cansar seus olhos: 11 dicas práticas para usar computador e celular há outras atividades para te ajudar a aproveitar melhor esse tempo em frente aos aparelhos e, inclusive, 3 a 4 exercícios para colocar nas pausas de uso. Vale ressaltar que se esse cansaço for muito intenso ou se você perceber alguma alteração em seus olhos, uma visita ao oftalmologista é sempre bem-vinda e recomendada.

IMPORTANTE

Os exercícios visuais NÃO substituem o tratamento médico oftalmológico convencional. Consulte regularmente o seu oftalmologista, pois o método de exercícios naturais para os olhos é complementar à sua saúde visual. Não desautoriza nem desestimula, de forma alguma, a continuidade do tratamento médico oftalmológico.
Em caso de dúvida ou desconforto em seus olhos, procure o médico oftalmologista. Só ele é autorizado a fazer diagnósticos e a receitar ou suspender qualquer tipo de medicação.Não se automedique nem suspenda qualquer tipo de medicamento ou de tratamento sem a autorização do seu médico oftalmologista.