IMPORTANTE

Os exercícios visuais NÃO substituem o tratamento médico oftalmológico convencional. Consulte regularmente o seu oftalmologista, pois o método de exercícios naturais para os olhos é complementar à sua saúde visual. Não desautoriza nem desestimula, de forma alguma, a continuidade do tratamento médico oftalmológico.
Em caso de dúvida ou desconforto em seus olhos, procure o médico oftalmologista. Só ele é autorizado a fazer diagnósticos e a receitar ou suspender qualquer tipo de medicação. Não se automedique nem suspenda qualquer tipo de medicamento ou de tratamento sem a autorização do seu médico oftalmologista.

Benefícios dos exercícios visuais podem ser observados e ajudar bebês, crianças, adolescentes e adultos nas mais diferentes idades. Quando eu ainda atendia em consultório, cheguei a receber muitas crianças com Hipermetropia, Ambliopia ou Olho Preguiçoso, além de bebês com baixa visão ou Nistagmo. Porém, a visão é um sentido que pode ser estimulado e desenvolvido ao longo da vida! É controverso dizer que alguns problemas de visão — como a Ambliopia, por exemplo — só pode ser ajustado até os sete anos de idade. Existem muitos estudos que comprovam a eficácia dos exercícios para Ambliopia após essa idade e em adultos.

Só para exemplificar como algumas estruturas dos olhos se renovam, sabemos que a córnea é uma área que se regenera a cada sete a 10 dias! Ou seja, o epitélio da córnea tem alta capacidade de regeneração. E ela passa por esse processo de forma muito fácil porque é formada por colágeno, substância cujas características principais são: elasticidade e preenchimento. E a função primordial da córnea é proteger e dar formato aos olhos. É nela onde a luz bate logo que os olhos entram em contato com a luz.

Benefícios dos exercícios visuais: maioria dos alunos tem mais de 50 anos

A faixa etária predominante dos meus alunos nos cursos é na maioria dos casos de pessoas com mais de 50 anos. Tenho alunos com 60, 70 e até com mais de 80 anos. E posso dizer que eles dão um banho nos mais jovens, quando o assunto é dedicação aos exercícios com obtenção de bons resultados para diversas doenças. Há histórias de sucesso para Catarata, Miopia, Presbiopia ou Vista Cansada e outras alterações que — em tese — dependem muito do uso de óculos.

Mas, a pergunta que muita gente me faz é: “Vou deixar de usar óculos em duas semanas?” Eu digo que se trata de um processo de fortalecimento da visão que demanda tempo, mas também que depende bastante do comprometimento do aluno. Porque se a minha resposta fosse “sim, você vai se livrar dos óculos em duas semanas”, você deveria desconfiar (e muito!) porque não se trata de mágica! A base do método é a mudança de hábitos importantes que foram cristalizados ao longo da vida.

Presbiopia ou Vista Cansada depois dos 40 anos é possível de ser freada

Os exercícios visuais podem ajudar a melhorar casos de Presbiopia, que de forma muito comum são associados ao avanço da idade, assim como a Catarata. Com o treinamento visual, no caso da Vista Cansada, exercitando o cristalino dos olhos, é possível frear o surgimento da doença. O cristalino é a lente interna dos olhos e com a prática dos exercícios corretos colocamos essa área para trabalhar, o que pode ajudar a melhorar a condição visual para essas duas doenças.

Mas, Tati eu já operei Catarata e até coloquei lentes fixas! Não há problema algum se dedicar aos exercícios. Pelo contrário, eles são muito indicados nesses casos também, pois além do cristalino, há diversas outras estruturas dos olhos que podem e precisam ser trabalhadas, estimuladas e fortalecidas, como pupila, íris e córnea. Sempre observando as recomendações médicas e mantendo o acompanhamento com o seu oftalmologista de confiança.

IMPORTANTE

Os exercícios visuais NÃO substituem o tratamento médico oftalmológico convencional. Consulte regularmente o seu oftalmologista, pois o método de exercícios naturais para os olhos é complementar à sua saúde visual. Não desautoriza nem desestimula, de forma alguma, a continuidade do tratamento médico oftalmológico.
Em caso de dúvida ou desconforto em seus olhos, procure o médico oftalmologista. Só ele é autorizado a fazer diagnósticos e a receitar ou suspender qualquer tipo de medicação.Não se automedique nem suspenda qualquer tipo de medicamento ou de tratamento sem a autorização do seu médico oftalmologista.