Problemas visuais são doenças mais comuns em idosos? Como ajudar?

Problemas visuais são doenças mais comuns em idosos?

Nós temos a impressão de que os idosos sofrem com doenças mais comuns de visão. Estamos tão acostumados a ver pessoas mais velhas usando óculos, tendo necessidade deles para enxergar e até mesmo quase beirando a cegueira que, quando encontramos um idoso que enxerga bem, achamos impossível. Aí que está a questão: existe, sim, um caminho de melhora visual.

Se seus pais ou avós estão perdendo a visão ou possuem alguma das doenças mais comuns, como glaucoma e catarata, ainda há chances de melhorar esses problemas ou, pelo menos, suavizar os danos. Quando um idoso sofre com doenças nos olhos, ele fica dependente, deixa de fazer atividades comuns, não fica sozinho e até mesmo pode entrar em depressão. É nesse momento que você precisa mostrar a eles que os exercícios naturais existem e vão ajudá-los nesta fase.

Antes de tudo, saiba que é possível. Exercícios naturais existem. Qualquer pessoa pode fazer, independentemente da idade ou problema visual. Além disso, a idade não é fator limitante. Pessoas podem melhorar a visão, seja com 70, 80 ou 90 anos de idade. Muitos passam a ler sem óculos e até mesmo voltam às atividades anteriores. Não é a idade que vai impedir um idoso de enxergar melhor!

Quais são as doenças mais comuns nos idosos?

Entre as doenças mais comuns de visão entre os idosos estão a catarata, o glaucoma, as doenças venosas oclusivas de retina e principalmente a Degeneração Macular Relacionada à Idade (DMRI). Também podem acontecer casos de retinopatia diabética, sendo que esta última não é exclusiva nos idosos.

A catarata, que é uma das doenças mais comuns de visão nos idosos, é uma opacidade da lente natural do olho (cristalino). Quem possui essa doença tem a visão nublada, como se olhasse por uma janela embaçada ou enevoada. Isso atrapalha muito em atividades comuns, como ler, dirigir um carro ou até mesmo enxergar as pessoas ao seu redor.

De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), a catarata é responsável por 51% dos casos de cegueira no mundo. Ou seja: 20 milhões de pessoas têm esse problema ocular. Por isso, essa é uma das doenças mais comuns quando se fala em visão.

O que também está entre as doenças mais comuns de visão é o glaucoma. Ele é um grupo de doenças oculares que provocam danos ao nervo óptico, que carrega as informações visuais recebidas pelo olho até o cérebro. Há quatro tipos de glaucoma: glaucoma de ângulo fechado (agudo), glaucoma de ângulo aberto (crônico), glaucoma congênito e glaucoma secundário.

Não há como falar em doenças mais comuns de visão nos idosos sem mencionar a DMRI. A Degeneração Macular Relacionada à Idade é uma doença que acomete a área central da retina, chamada de mácula, e que evolui com baixa de visão progressiva. Essa doença é uma das principais causas de cegueira em pessoas acima dos 50 anos. Existem dois tipos de DMRI: a seca ou atrófica, que é a forma mais comum e mais leve da doença, e a úmida ou exsudativa, que é o caso mais grave.

Livrar-se dessas doenças mais comuns traz melhor qualidade de vida.

Doenças mais comuns na terceira idade: como tratar?

Antes de tudo, você precisa mostrar ao idoso que existe um caminho para tratar não só as doenças mais comuns como inclusive aquelas mais raras. Para isso, mostre casos parecidos ao dele de pessoas que já melhoraram a visão. Se o idoso tem catarata, procure relatos de pessoas que têm o mesmo problema e que conseguiram uma qualidade melhor de vida após o tratamento natural.

Muitas vezes o idoso é cético e está acostumado aos tratamentos de doenças mais comuns. Ou seja: ela acredita que o único jeito de melhorar a catarata é por meio de cirurgia. Quando você mostra que existe não só um, mas vários casos parecidos que melhoraram a qualidade visual por meio dos exercícios naturais, isso abre horizontes e possibilidade na vida dele.

Comece por aí. Depois, mostre os exercícios naturais e explique os benefícios que eles podem trazer. Se quiser, agende aulas com o idoso e comecem a praticar as atividades juntos. Lembre-se: ele precisa querer melhorar, pois não há como você fazer os exercícios no lugar dele, certo? É importante conversar, explicar o método e o que ele pode trazer de bom. Assim você convence, nem que seja aos poucos, o idoso a começar as atividades.

Conheça alguns dos principais Exercícios nos links Abaixo:

Ensine um exercício de cada vez. Se você passar vários de uma só vez, pode ser que essa pessoa que você deseja ajudar se perca no meio das atividades. Além disso, acompanhe-o. Assim você vai ajudá-lo e você também pode evitar doenças mais comuns de visão no futuro.

Vale lembrar que os exercícios naturais não substituem o tratamento nem as consultas no oftalmologista. É importante que os dois andem juntos e que você não pare com as indicações do médico.

 

Quer saber mais?

Cadastre-se em minha Lista Vip, é totalmente gratuita, e por ela eu envio e-mails com Vídeo Aulas, Dicas e Exercícios Visuais para você praticar.
É por e-mail também que eu aviso quando os Programas Onlines estão com as inscrições abertas. Neles você têm acesso ao meu acompanhamento e também aos programas específicos de exercícios para cada problema visual.
Dois sábados por mês, das 9:00 ás 10:00, no Parque Villa Lobos – São Paulo, bem em frente ao anfiteatro (entrada principal), fazemos exercícios visuais ao ar livre, É totalmente gratuito e sem compromisso!!!

Basta chegar e participar !!!  Convide seus amigos e familiares, e venha sem lentes de contato!

Para saber as datas envie um e-mail para suportedratatiana@gmail.com

MAIS INFORMAÇÕES E um Canal para tirar suas DÚVIDAS, envie um e-mail para:

suportedratatiana@gmail.com

Quer saber mais e receber dicas como essa com exclusividade? Faça parte da lista VIP colocando seu email abaixo.

Responsive image

Dra. Tatiana Gebrael


Dra. Tatiana Gebrael ACREDITA nos tratamentos naturais, que agem não só nos sintomas, mas também nas causas dos problemas visuais e corporais, e que É POSSÍVEL ter olhos e corpo cada vez mais saudáveis em qualquer idade. Terapeuta Ocupacional, Especialista, Mestre, e Instrutora do método Self-healing de Meir Schneider.

Um comentário no post “Problemas visuais são doenças mais comuns em idosos? Como ajudar?

  1. Boa tarde, Dra Tatiana
    Eu tive um probleminha na mácula e fui submetido a cirurgia, eu ti pergunto qual exercício eu passo está fazendo.

Deixe seu comentário, dúvida ou sugestão

Campos obrigatórios são marcados com *